16 3911-9941- 16 99183-8207- contato@gtci.com.br

Home office: Dicas para trabalhar com segurança

Atualmente muitos profissionais fazem suas atividades em home office, e o período que estamos vivendo, crise do CORONAVÍRUS, tem exigido isso das organizações, para não perder em entrega de resultados e manter as atividades em dia.

Porém, para entregar tudo com qualidade, a segurança é um quesito muito importante. Infelizmente pessoas mal intencionadas, cibercriminosos, se aproveitam desta atual situação para explorar vulnerabilidades que normalmente não existem dentro da empresa. Uma conexão local não possui a mesma segurança da rede corporativa.

Os ataques podem vir das mais variadas formas, desde um clique em um e-mail phishing até a invasão do wi-fi do colaborador, que pode não estar conectado à uma VPN segura e acaba por colocar toda a operação em risco.

É bom avaliar bem o e-mail que irá abrir, qualquer link pode trazer sérios danos para suas informações.

Usar Wi-Fi público traz muitas facilidades, porém também não é um meio seguro de se trabalhar. Qualquer usuário pode se conectar nestes pontos gratuitos, o que significa maior probabilidade de ações maliciosas nestes canais.

Para acessos remotos, considerar Redes Virtuais Privadas (VPN, do inglês Virtual Private Network) é um bom meio de se proteger.

As conexões VPNs são muito úteis em situações de trabalho remoto, pois mesmo de casa um colaborador pode acessar a rede corporativa para ter acessos no qual ele precisa para trabalhar.

Como definir qual VPN usar¿ Os pacotes frequentemente são encapsulados por dois tipos de protocolo: IPSec e SSL.

IPSec foi criada para oferecer conexões ponto-a-ponto permanentes, ligando redes privadas a dispositivos externos ao perímetro da empresa; como, por exemplo, os escritórios remotos. Como a transmissão de pacotes segue uma especificação padrão dentro do cabeçalho TCP/IP, é comum encontrá-lo nos fabricantes e sistemas operacionais.

SSL foi desenvolvida em face aos desafios da mobilidade. A SSL não oferece acesso à rede privada. O usuário remoto que utiliza esse tipo de rede tem acesso controlado aos recursos.

Para definir qual VPN usar, é importante entender quais são as reais necessidades da equipe e visar a segurança. Afinal, o que nunca pode acontecer, é correr o risco de ter informações invadidas. A perda pode ser irreparável.

Deixe um Comentário